A Semana da Computação é um evento executado pelos alunos de Ciência da Computação da UFRJ que, desde sua primeira edição em 2015, abrange um grande público e apresenta diversos minicursos e palestras relacionadas com a área. Em 2019, a sua 5ª edição foi realizada entre os dias 26 e 30 de Agosto e contou com a presença de diversos palestrantes, além de incluir minicursos  como “Capture The Flag”, “Introdução a Programação de Blockchain e SmartContracts em Python”, “Modelagem 3D e Unity” e muitos outros.

Com o intuito de ressaltar a responsabilidade socioambiental do evento e promover o engajamento ambiental de todos os envolvidos, a comissão organizadora, representada pelo aluno Nickolas Gomes Pinto, enxergou uma saída perfeita para os seus problemas, a Neutralização de Carbono. Com esse serviço, todas as emissões de gases do efeito estufa foram compensadas através do do plantio de mudas e pudemos atender ao ODS 13 estabelecido pela ONU, que diz respeito ao Combate às Alterações Climáticas.

Para realizar este projeto, a equipe da Âmbar Consultoria Ambiental Jr. fez um estudo de todas as informações do evento e levantou quais atividades eram as principais fontes de emissão de gás carbônico, chegando a conclusão de que eram elas:

  • Gasto energético pelo uso de lâmpadas, microfones, ar-condicionados, entre outros equipamentos;
  • Resíduos gerados como produtos de gráfica e dos coffee breaks realizados nos 5 dias de evento e divididos em recicláveis, não-recicláveis e úmidos;
  • Combustíveis fósseis gerados pelo transportes usados dos participantes, palestrantes e organizadores do evento.

 Com estes dados em mãos, realizou-se uma série de cálculos para determinar os fatores de conversão em carbono equivalente, para assim ser quantificado o impacto de emissões geradas de cada atividade e contabilizar quantas mudas seriam necessárias para a neutralização total. 

De acordo com os resultados obtidos, foram gerados 184,3948 kg CO2 por gastos energéticos, 14,1314 kg CO2 por resíduos e 1139,8355 kg CO2 por combustíveis fósseis. Sendo assim, o evento totalizou uma emissão de 1338,3617 Kg CO2. De acordo com o levantamento dos dados de conversão, foi estabelecido que 10 mudas nativas do bioma Mata Atlântica deveriam ser plantadas para realizar a compensação total do carbono emitido num período de 20 anos.

Para realizar o plantio dessas mudas, a Âmbar formou uma parceria junto ao Horto Universitário e as Iniciativas Agroecológicas da própria universidade. Desta forma, as mudas foram doadas pelo Horto e plantadas no espaço cedido pelo projeto de extensão Capim Limão. Um mutirão de plantio foi realizado em conjunto com a comissão organizadora da semana acadêmica, onde os membros da Âmbar puderam interagir e realizar atividades de conscientização ambiental com todos os presentes.

Pessoas Envolvidas

Gerente  do Projeto: Carlos Eduardo Gomes

Assessor do Projeto: Bruno Magno

Equipe do Projeto: Gabriela Pedroso, Júlia Melo e Samara Nogueira

Professor Orientador: Marcio D’Agosto

Cliente: V Semana da Computação