O Meio do Mato Eventos é um espaço localizado em Guaratiba no Rio de Janeiro. O sítio encontra-se inserido em uma reserva particular de Mata Atlântica e é um ambiente integrado com a natureza. Tendo isso em vista, os clientes Carlos e Luís, responsáveis pelo Meio do Mato, ficaram interessados nos serviços da Âmbar e entraram em contato conosco para buscar possibilidades de tornar o empreendimento mais sustentável. 

Como o empreendimento gera uma grande quantidade de resíduos, principalmente orgânicos e recicláveis, uma das soluções propostas foi um projeto de GRS para o local. Além disso, os clientes também ficaram muito interessados em fazer uma composteira no local para destinar os restos de alimentos vindos da cozinha. Dessa forma, o gerenciamento de resíduos sólidos teve como função adaptar a rotina de descarte já existente no Meio do Mato e propor novas práticas de separação dos resíduos para posteriormente serem direcionados à compostagem. 

O projeto foi adaptado e realizado por nossa equipe de forma remota, para isso foi  realizado um diagnóstico detalhado dos resíduos do local e a partir desses dados foram pautadas as soluções. Cabe lembrar que todo o GRS priorizou a adoção de práticas viáveis tanto economicamente quanto logisticamente. 

A fim de garantir que o GRS fosse realmente eficiente, nossos membros foram até o Meio do Mato Eventos para realizarem o treinamento dos funcionários do local acerca da separação e destinação dos resíduos. Além de capacitar a equipe, essa apresentação teve como função explicar a importância do GRS e suas motivações para os trabalhadores do local que desempenham um papel fundamental na prática do nosso projeto. 

Pessoas Envolvidas

Gerente  do Projeto: Sarah Carvalho

Assessor do Projeto: Matheus Campinho

Equipe do Projeto: Ana Clara Brandão, Bárbara Lauria, Daniel Salles, Daniela Souto, Pedro Guedes e Thadeu da Silva.

Professor Orientador: Renan Finamore Gomes da Silva

Cliente: Meio do Mato Eventos

Depoimento

“O  projeto foi bastante desafiador pelo fato do local ser bem grande, possuindo 2 ambientes diferentes para a realização dos eventos, além de ter sido realizado durante o período de isolamento social.

Muitos de nossos processos foram adaptados para serem executados de forma 100% virtual.

Um outro desafio foi que o cliente já possuía um sistema de separação de resíduos, então foi necessário que a equipe trabalhasse para apresentar soluções que fossem inovadoras, otimizando e reinventando alguns processos já existentes. 

O êxito do projeto também se deu pela intensa participação do cliente nas reuniões semanais, apontando sempre seu ponto de vista e se envolvendo bastante com o projeto.”

(Depoimento de Sarah Carvalho, gerente do projeto)