“O Santa Horta surgiu no ano de 2016 por meio da parceria da Enactus UFRJ com o projeto Colhendo o Futuro gerido por alguns moradores da comunidade Santa Marta, em Botafogo. A intenção do projeto é a de revitalizar três terrenos baldios que serviam para descarte de lixo e entulho na região e transformar esses locais, que somam mais de 645 m², em hortas comunitárias para serem administradas e desfrutadas pelos moradores da comunidade.”

Tendo em vista a linha de atuação do projeto, a responsabilidade socioambiental anda em conjunto com o trabalho dos jovens estudantes que compõem essa iniciativa. Porém, alguns problemas estruturais atrapalhavam o trabalho da equipe, como a dificuldade de acesso à água para regar as plantas devido a falta de manutenção da tubulação, e o excesso de água da chuva que inundava e assolava a plantação.

Na primeira visita ao local, a equipe da Âmbar visualizou que a horta fica localizada ao lado de um prédio com uma vasta área de cobertura de aproximadamente 170m². Analisando a situação e os problemas relatados pelos membros da Enactus, como saída para estas adversidades foi oferecido ao cliente um Estudo da Viabilidade de Captação e Aproveitamento de Água da Chuva que, além de suprir as demandas de acesso à água, reduz o excesso que interferia nas suas atividades.

Como passo inicial do projeto, realizou-se a análise da oferta águas pluviais a partir da coleta de dados sobre a precipitação no local e a análise da demanda de água da horta, que é de aproximadamente 5m³ por mês, segundo o informado pelo cliente. Em seguida, em conjunto com a própria Enactus, foi feita uma avaliação das estruturas do projeto necessárias para o atendimento da demanda de irrigação da horta, visando possibilitar o aproveitamento do espaço disponível para instalação do projeto. Por fim, foi realizado um estudo orçamentário para se ter um valor estimado do investimento necessário para a realização do projeto.

Com estes dados em mãos, foi possível afirmar que a implementação de um sistema de Captação de Água da Chuva resolveria os problemas apresentados, abastecendo 100% da demanda anual sinalizada. 

Visando o impacto positivo ao meio ambiente e às pessoas englobadas por esse projeto, a Âmbar Consultoria Ambiental Jr. realizou este projeto em parceria com a Enactus UFRJ, não havendo custos para a realização do mesmo. A troca de informações e experiências estimulantes como essa, nos motiva cada vez mais a trabalhar para espalhar os conceitos de desenvolvimento sustentável e engajar a comunidade nesses assuntos de vital importância.

Pessoas Envolvidas

Gerente  do Projeto: Gabriel Lyrio

Assessor do Projeto: Bernardo Souza

Equipe do Projeto: Dora Melo e Pedro Guedes

Professor Orientador: Jorge Henrique Prodanoff

Cliente: Enactus UFRJ