Conheça o SOS Lagoas

No mês de março, a Âmbar teve a oportunidade de conhecer o projeto SOS Lagoas. Formado por pessoas engajadas e com preocupação ambiental, é um grupo que movimenta e aproxima crianças e adultos com a problemática em que vive as lagoas do Rio de Janeiro. Cris, a fundadora do projeto, organiza mutirões para que a população local tenha um sentimento de pertencimento a aquele ambiente e que suas ações impactam o mesmo.
Com foco nas lagoas de Jacarepaguá e da Barra, as quais são negligenciadas pelas autoridades, o SOS Lagoas realiza a limpeza do local, instala placas educativas que incentivam a preservação ambiental.
O estado das lagoas é crítico. Há o acúmulo de lixo e matéria orgânica, o que aumenta a vegetação aquática e diminui a disponibilidade de oxigênio nas águas, causando mortandade de peixes e a proliferação de outras animais que desestabilizam a fauna local, podendo até transmitir doenças. Outrossim, o depósito de lixo e esgoto sobre o curso d’água, acumula ainda mais dejetos em seu leito, intensificando o processo de assoreamento e, por conseguinte, de enchentes.
Além disso, segundo o biólogo Mario Moscatelli, há a proliferação de espécies de cianobactérias, as quais são tóxicas e podem se espalhar e chegar à Praia da Barra. Tais fatores são prejudiciais para a qualidade de vida dos moradores e trazem impactos financeiros negativos, pois deixam de ser exploradas atividades de lazer na região.
Ademais, segundo a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade do Rio de Janeiro “O processo de desassoreamento e tratamento das águas pode se tornar longo e custoso quando não contamos com o apoio da população”. Tendo isso em vista, fica evidente a importância dos moradores no meio ambiente em que se estão inseridos e que retirar o excesso de resíduos sólidos, das margens e do leito das lagoas, e descartá-los corretamente diminuem o número de vetores, e evitam as cheias dos rios.
Logo, o projeto SOS Lagoas proporciona a conscientização e a educação ambiental para limpar os cursos d’águas e trabalha para a recuperação dos mesmos. E você, já fez a sua parte, descarta o lixo corretamente? Acesse o link abaixo e conheça mais sobre o projeto.

http://www.rj.gov.br/web/sea/exibeconteudo?article-id=3720815
https://oglobo.globo.com/rio/poluidas-aguas-das-lagoas-de-jacarepagua-podem-provocar-doencas-em-banhistas-23129134

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *